Notícias

Violência doméstica pode comprometer desenvolvimento intrauterino do bebê

30/10/2017

Prof. Dr. Alexandre Archanjo Ferraro, primeiro autor do trabalho BMC Pregnancy and Childbirth, alerta que a violência doméstica é um aspecto que deve ser levado em conta durante o pré-natal, pois compromete o desenvolvimento intrauterino do feto. Ele conduziu um estudo de base populacional acompanhando 775 gestantes, entre 2010 e 2012, de cinco unidades de atenção primária do Butantã, em São Paulo, uma região de vulnerabilidade social. A pesquisa mostrou a associação entre violência e taxa de crescimento, além da ligação entre transtorno mental e risco de nascimento pré-termo.

Embora os transtornos mentais sejam levados em consideração durante o pré-natal, a violência doméstica ainda é pouco investigada durante as consultas clínicas. O Prof. Dr. Ferraro pondera que é um assunto muito delicado de se conversar em uma consulta, sobretudo se o médico for do sexo masculino. Mas que também é possível notar alguns sinais indiretos que acompanham a experiência de violência e/ou depressão/ansiedade.

Leia a entrevista completa dada à MedScape.