Notícias

Pesquisa releva alteração no volume da estrutura cerebral em crianças que respondem ao tratamento de TOC

14/06/2019

Em entrevista à Agência USP, o autor do estudo publicado na revista European Child & Adolescent Psychiatry, Edoardo Vattino explica que o grupo encontrou diferença no tamanho do núcleo caudado entre as crianças com Transtorno Obsessivo-Compulsivo que respondem ao tratamento, as que não respondem e as que não possuem o transtorno.

Na pesquisa mais recente teve o apoio do Instituto Nacional de Psiquiatria do Desenvolvimento para Crianças e Adolescentes (INPD), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Leia na íntegra: http://paineira.usp.br/aun/index.php/2019/06/05/criancas-que-respondem-ao-tratamento-de-toc-tem-volume-de-estrutura-cerebral-maior/