Warning: Creating default object from empty value in /home/inpdwp/inpd.org.br/wp-content/themes/inpd/includes/framework/inc/class.redux_filesystem.php on line 29
Bolsa de Pós-doutorado, concedida pela FAPESP no Centro de Inovação em Saúde Mental (CISM) – INPD

Ciência e Sociedade
Notícias

Bolsa de Pós-doutorado, concedida pela FAPESP no Centro de Inovação em Saúde Mental (CISM)

Bolsa de Pós-doutorado, concedida pela FAPESP no Centro de Inovação em Saúde Mental (CISM) 150 150 INPD Cism

Pesquisador responsável: Eurípedes Constantino Miguel, USP

Pesquisadores principais: Paulo Rossi de Menezes, USP e Luis Augusto Rohde, UFRGS

Uma parceria entre a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), investidores privados (Banco Industrial do Brasil) e duas prefeituras (Indaiatuba e Jaguariúna).

A missão do CISM é avançar o conhecimento sobre o estado atual das condições de saúde mental no estado de São Paulo e regiões adjacentes, utilizando intervenções inovadoras para melhorar o bem-estar dessas comunidades. O CISM tem sua origem no Instituto Nacional de Psiquiatria do Desenvolvimento (INPD).

O CISM tem suas atividades focadas em três áreas cruciais, resultando na criação de módulos específicos para abordar lacunas de conhecimento: o Módulo para Neurociência de Precisão, visando expandir pesquisas sobre cérebro e comportamento; o Módulo para Avaliação e Incubação de Intervenções Digitais em Saúde Mental, para promover inovações tecnológicas aplicáveis no SUS e no sistema universitário; e o Módulo para Ciência de Implementação e Transferência de Tecnologia para a Sociedade, com o objetivo de introduzir intervenções baseadas em evidência. Estes esforços visam preencher as lacunas existentes na medicina de precisão, saúde mental digital, inovação, empreendedorismo, e na transferência de tecnologia para a sociedade.

O projeto em questão será direcionado para a criação de um ensaio clínico de efetividade relacionado à prevenção de pensamentos e comportamentos suicidas envolvendo farmacologia e psicoterapia, à ser desenvolvido nos municípios parceiros. O candidato terá que ter conhecimentos avançados em suicidologia, pesquisa, liderança e gestão de equipes, de preferência de comunidades vulneráveis, entendimento de educação médica para liderar e guiar alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado, e conhecimentos avançados em estatística. Ademais, o candidato deverá ter concluído o doutorado na área de psiquiatria e saúde mental e ter realizado especialização/residência médica em psiquiatria (devido ao seu caráter psicofarmacológico). Ser primeiro autor de, ao menos, 10 artigos publicados em revistas indexadas.

Os candidatos poderão se inscrever até o dia 10 de abril de 2024 através do envio do Currículo Lattes, uma carta de intenção (com uma proposta de projeto de, no máximo, 3 mil caracteres sem espaço, descrevendo a metodologia detalhada), e uma carta de recomendação. As inscrições devem ser feitas no link: forms.gle/bMZXTP2KHQD2Wisx9

Os requisitos para assumir bolsa FAPESP estão descritos em:  fapesp.br/bolsas/pd

HABILIDADES NECESSÁRIAS:

· Experiência Comprovada em Suicidologia: Domínio profundo em estudos e prevenção do suicídio.
· Liderança e Gestão de Equipes: Capacidade para liderar e gerenciar equipes de pesquisa, com ênfase em comunidades vulneráveis.
· Educação Médica e Orientação Acadêmica: Aptidão para dirigir alunos em processos de iniciação científica, além de programas de mestrado e doutorado.
· Conhecimento em Estatística Avançada: Habilidades robustas em análise estatística para condução de ensaios clínicos.
· Gestão de Projetos: Capacidade de planejar, executar e monitorar projetos de pesquisa de grande escala, garantindo o cumprimento de prazos e objetivos.

HABILIDADES DESEJADAS

· Comunicação Eficaz: Habilidade para comunicar complexidades da pesquisa a um público diversificado, incluindo acadêmicos, participantes do estudo e stakeholders.
· Sensibilidade Cultural: Compreensão das nuances culturais e socioeconômicas das situações envolvidas, para adaptar abordagens de prevenção.
· Inovação em Métodos de Pesquisa: Abertura para explorar e implementar novas metodologias de pesquisa que possam aprimorar os resultados dos ensaios clínicos.

A seleção final será divulgada a partir de 30 de abril de 2024.

Após a seleção os documentos serão enviados à FAPESP para aprovação.

A vaga está aberta a brasileiros e estrangeiros.