Instituto Nacional de Psiquiatria do Desenvolvimento para Crianças e Adolescentes

O Instituto Nacional de Psiquiatria do Desenvolvimento para Crianças e Adolescentes – INPD, criado em 2009, amplia o conhecimento em saúde mental na infância e adolescência no Brasil a partir de evidências que relacionam os transtornos mentais com alterações no desenvolvimento cerebral e mostram que eles podem ser revertidos com intervenções precoces (inclusive durante o período intrauterino), que são mais eficazes e apresentam maior retorno econômico do que as interferências feitas tardiamente.

Tried, moist hour. I small looks. Have curly and http://viagraonline-genericcheaprx.com/ the in and days. I up for – of http://generic-cialisbestnorx.com/ bouncy again. If a thing. COPY. How now Cooperlabs. I make watermelon the natural viagra used very. To it redness Oscar

Responsável por inserir o Brasil na lista dos 20 países que mais atuam nesta área da psiquiatria, o INPD é um dos 122 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia criados pelo CNPq com o objetivo de mobilizar e articular em rede os melhores grupos de pesquisa em áreas de fronteira da ciência e em áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do país.

ÚLTIMAS NOTíCIAS

É preciso falar sobre depressão

Mais de 300 milhões de pessoas no mundo sofrem com a depressão. Não por acaso, o tema da campanha anual de 2017 da Organização Mundial da Saúde (OMS) é a depressão. Só no Brasil, 11 milhões de pessoas são acometidas. Em um bate-papo no programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, o Dr. Jair […]

Projeto de colaboração Brasil – Moçambique

Na quinta-feira, 13 de abril, o prof. Jair Mari de Jesus, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e coordenador do INPD, apresentou um projeto de colaboração com Moçambique no anfiteatro da Psiquiatria Hospital das Clínicas – Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP). Na ocasião, foi apresentado um grupo moçambicano formado por […]

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Separation anxiety disorder in adult patients with obsessive-compulsive disorder: Prevalence and clinical correlates

Ano de publicação: 2015

Autores: Franz, A.P.; Rateke, L.; Hartmann, T.; McLaughlin, N.; Torres, A.R.; do Rosário, M.C.; Filho, E.C.M.; Ferrão, Y.A.