Notícias

Psicoterapia pode ser tão eficaz quanto as medicações psiquiátricas

22/04/2021

Na maioria dos casos, a combinação de tratamento psicológico, farmacológico e prática de exercícios físicos tem os melhores resultados no tratamento de transtornos mentais.

Terapia é o nome comum dado para a psicoterapia, que é um tipo de tratamento baseado na fala. No podcast Minuto Saúde Mental desta semana, o professor João Paulo Machado de Sousa fala o que é e como é feita a terapia.

Segundo o professor, muitas pessoas dizem que não precisam de terapia porque têm amigos ou outras coisas que gostam de fazer, e que isso cumpre o papel de terapia para elas. “Embora seja verdade que ter pessoas com quem conversar e coisas pelas quais nos interessamos seja benéfico, a terapia com um profissional especializado é algo muito diferente.”

Para começar, diz o professor, a conversa com um terapeuta não é uma conversa comum. O terapeuta possui treinamento adequado para fazer com que a gente consiga descrever e entender vários problemas ou sintomas que atrapalham a nossa vida de uma maneira que não conseguimos fazer por conta própria ou com outras pessoas, por mais próximas que sejam. “Um terapeuta bem formado tem conhecimentos sobre cada fase do desenvolvimento humano, sobre transtornos mentais e sobre métodos para lidar com vários problemas que podem acontecer com qualquer pessoa ao longo da vida. Ele poderá lhe ajudar a não se sentir sozinho ou desorientado e confuso durante períodos difíceis.”

Estudos mostram que pelo menos 75% das pessoas que fazem psicoterapia têm benefícios e que a técnica é até mesmo capaz de causar mudanças positivas no cérebro. Hoje em dia, os profissionais de saúde mental concordam que, em muitos casos, a psicoterapia pode ser tão eficaz quanto as medicações psiquiátricas e, na maioria das vezes, a combinação de tratamento psicológico, farmacológico e prática de exercícios físicos tem os melhores resultados no tratamento de transtornos mentais.

Os profissionais habilitados a oferecer tratamento psicoterápico são os psicólogos e médicos e os principais tipos de psicoterapia disponíveis hoje no Brasil são a terapia cognitiva comportamental, as terapias interpessoais e as terapias psicodinâmicas, das quais faz parte a psicanálise. “Existem ainda outros tipos que, apesar de menos comuns, também trazem benefícios aos pacientes. O importante é saber se o tipo de terapia escolhida está entre as técnicas reconhecidas pelos conselhos de profissão responsáveis e se o profissional tem formação e certificação para exercer sua profissão.”

O Minuto Saúde Mental tem apresentação do professor João Paulo Machado de Sousa, produção dos professores Sousa e Jaime Hallak, com apoio do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Medicina Translacional, iniciativa do CNPq e Fapesp.

Leia na íntegra: jornal.usp.br