Notícias

Há falta de tratamento para crianças de escola pública com transtorno mental

20/03/2019

O pesquisador e psicólogo Daniel Fatori aponta que as principais causas que retardam ou impedem a procura de tratamento para as crianças são a falta de informação e o estigma sobre doenças mentais em conjunto com a falta de recursos humanos para a melhoria da integração dos serviços do Sistema Único de Saúde.

O estudo realizado pelo Instituto de Psiquiatria (IPq) da Faculdade de Medicina da USP, pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) fez um levantamento com 2.511 crianças e mostra que 80% das que têm transtornos mentais não recebem nenhum tipo de ratamento médico ou psicológico.

Leia a reportagem completa publicada pela Agência USP.
https://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-da-saude/falta-tratamento-para-crianca-de-escola-publica-com-transtorno-mental/