Notícias

É possível identificar indivíduos prestes a desenvolver esquizofrenia, segundo Rodrigo Bressan

21/05/2015

O psiquiatra Rodrigo Bressan, em entrevista ao portal da revista Psique Ciência e Vida, afirma que existem métodos capazes de identificar indivíduos pertencentes a um grupo de risco que pode desenvolver esquizofrenia, que é um distúrbio estigmatizado pela falta de informação. “(Fazem parte do grupo de risco) pessoas que têm sintomas leves, ou de curta duração, que não perduram. Elas podem já estar um pouco mais isoladas ou mostrarem algumas ‘cismas’, além de apresentarem mudanças no desempenho escolar, por exemplo. Ou seja, existe uma tendência à doença, que pode ser evitada ou retardada. As últimas pesquisas sobre o assunto indicam que é fundamental ter uma preocupação maior com a prevenção. Essa abordagem é uma tendência nova e bem interessante: prevenção em saúde mental”, explica.

Leia a entrevista completa, na qual o especialista fala sobre novas pesquisas, preconceito, diagnósticos e tratamento: http://psiquecienciaevida.uol.com.br/ESPS/Edicoes/80/artigo266439-1.asp